Buenos Aires/Argentina: Roteiro de 5 dias. O que fazer?

Onde ficar?

Em relação a localização de onde ficar em Buenos Aires, é importante saber um pouco sobre os bairros para escolher o melhor de acordo com o seu objetivo e ritmo de viagem. Como era nossa primeira vez em Buenos Aires, ficamos hospedados em Palermo, no Dumond Boutique Hotel. Palermo é um bairro antigo com opções noturnas fantásticas, desde baladinhas à restaurantes incríveis. Sobre o hotel, ele é muito charmoso, tem apenas 5 suítes muito confortáveis, apesar do nível de serviço não ser muito profissional. 

Caso ainda esteja procurando por hospedagem para sua viagem, separamos alguns hotéis com ótimas avaliações para você conferir no Booking.com: 3* Up Recoleta Hotel / 4* Ilum Experience Home / 5* Four Seasons Hotel / Outras Opções.

Dicas de Buenos Aires

  • Já comprou sua passagem? Se não, confira os preços através do JetRadar, que pesquisa o melhor preço em dezenas de sites.
  • Como sempre sugerimos no blog, nunca deixe para comprar ingressos no momento, evitando assim filas e perda de tempo. O blog, em parceria com a empresa Get Your Guide, disponibiliza a opção de compra antecipada de vários ingressos e excursões. Confira alguns exemplos: Full-Day Walking Tour / La Recoleta Cemetery Guided Tour / Carlos Gardel Show with Optional Dinner.

Roteiro da Viagem

  • 5 dias em Buenos Aires
  • 2 dias em Mendoza
  • 2 dias em Santiago

O que fazer em Buenos Aires?

  • Dia 1 (Passeio Buenos Aires Bus – Caminito – La Bombonera – Puerto Madero – Casa Rosada – Teatro Colon – Jantar no Café Tortoni)
  • Dia 2 (Zoo de Lujan – Jardim Japonês – Parque Rosedal – Almoço no La Cabrera – Jantar e Show de Tango no Café Tortoni)
  • Dia 3 (Zoo de Palermo – Cemitério de Recoleta – Florális Genérica – Jantar no La Chacra)
  • Dia 4 (Downtown – Almoço no Gatto Trattoria)
  • Dia 5 (Colonia del Sacramento)

Buenos Aires (2010)

Dia 1 – Passeio Buenos Aires Bus – Caminito – La Bombonera – Puerto Madero – Casa Rosada – Teatro Colon – Jantar no Café Tortoni

Assim que chegamos já fomos bater perna pelo centro da cidade e comer algumas empanadas.

Depois seguimos para fazer o tour do Buenos Aires Bus; vale a pena para quem tem pressa e poucos dias na cidade pois o ônibus funciona parando no pontos turísticos e você pode descer e ficar o tempo que quiser. Passamos por vários pontos turísticos: Av. Florida, Plaza de Maio, Congresso Nacional, Monserrat, San Telmo, Puerto Madero. Quando chegamos em La Boca, descemos para ver Caminito e o estádio do Boca. Para os amantes de futebol, existe o tour do estádio.

Pegamos o ônibus de volta e descemos em Puerto Madero. Tomamos um café gelado no Starbucks e depois fomos a pé mesmo até a Casa Rosada, Teatro Colon, e por último fomos ao Café Tortoni comer churros e jantar. O Café Tortoni é a cafeteria mais antiga da cidade, com arquitetura antiga e preservada, super bonito.

Dia 2 – Zoo de Lujan – Jardim Japonês – Parque Rosedal – Almoço no La Cabrera – Jantar e Show de Tango no Café Tortoni

Acordamos bem cedo e fomos ao Zoo Lujan.

Para quem gosta de animais, o Zoo é um passeio imperdível para quem vai à Buenos Aires!! Fica à 1 hora + ou – de Buenos Aires. O Zoo é super emocionante, sendo possível interagir com os animais diretamente. Você já se imaginou acariciando um tigre enorme, ou dando marmelada na boca de um urso, ou até maças na boca de um elefante? Pois é, nesse Zoo tudo isso é possível.

O legal é que você começa pelos filhotinhos, os novinhos, até chegar aos animais adultos. Sempre da aquele frio na barriga quando você entra na jaulas, mas a sensação de estar perto desses animais é bem legal, principalmente os leões, tigres, elefantes e os ursos.

Você pode chegar ao Zoo de carro alugado ou de ônibus, que te deixa na porta do Zoo. Pegue o Semi Rápido em frente o Zoo de Palermo e avise ao motorista para te deixar em frente ao Zoo de Lujan. Importante mencionar que na hora de comprar o ticket compre a ida e volta porque os ônibus lá não tem trocador, ou seja, não aceitam dinheiro.

O Zoo é uma experiência única. Leve dinheiro vivo, pois é de costume que você de gorjetas aos tomadores de conta de cada jaula que você entra, além das comidas que você compra para alimentar os animais.

Retornamos por volta das 13:00 da tarde e descemos na Plaza Itália. De lá fomos a pé pelos parques e Jardins de Palermo em direção ao Jardim Japonês. O lugar é lindíssimo e vale muito a pena uma visita. Depois seguimos para o Rosedal, um parque que tem esse nome pela grande variedade de rosas e flores que tem. Muito bonito também.

Estávamos já um pouco cansados de tanto andar e com muita fome. Pegamos um táxi do Rosedal e fomos para o restaurante La Cabrera (lacabrera_bsas) em Palermo, que foi muito recomendado. Realmente a comida é sensacional, com certeza a melhor da viagem.

Demos uma passada no hotel para descansar e a noite voltamos ao Café Tortoni para ver um show de Tango. Existem muitas opções e variedades de espetáculos. O tango é o símbolo clássico da cultura argentina e atrai turistas do mundo todo. Por isso que em qualquer esquina você encontra shows de tango, desde os mais caros tipo o do Teatro Colon até o mais simples no meio da rua. Fechamos no Café Tortoni por comodidade, já que estivemos lá no dia anterior. Novamente, opções de shows de tango e o que não falta em Buenos Aires. Ir a Buenos Aires e não assistir um show de tango é o mesmo que ir ao Rio e não ver o Cristo ou ir à Minas e não comer pão de queijo. O show de tango é bem legal, mesmo para quem não gosta de ver apresentações de dança.

Dia 3 – Zoo de Palermo – Cemitério de Recoleta – Florális Genérica – Jantar no La Chacra

Acordamos e fomos para o Zoo de Palermo que também é muito legal. Gostei muito de ver o tigre branco, o urso polar e o setor de répteis.

De lá pegamos um táxi que nos deixou no Bairro de Recoleta. Recoleta é um bairro super tradicional da cidade, além de ser um dos mais luxuosos. Andamos até o Cemitério de Recoleta, onde vimos o túmulo da Evita Perón. Pelo fato de ser um cemitério, no inicio agente não fazia muita questão de ir, mas como já estávamos lá decidimos dar uma passadinha. O Cemitério de Recoleta não cobra entrada e é super bonito, com túmulos super imponentes. Para quem gosta de tirar fotos, o ambiente é bem procurado.

De lá saímos andando e passamos pelo Museu Nacional de Belas Artes, Faculdade de Direito e Praça das Nações Unidas. Nessa praça fica o monumento Florális Genérica. Uma gigantesca escultura em forma de flor, construída inteiramente em aço e alumínio. Linda!  Suas “pétalas” ficam abertas durante o dia e vão fechando à medida que vai anoitecendo.

Jantamos no Restaurante La Chacra, onde comemos uma famosa Parrilada Argentina. Pedimos a “famosa” Parrillada Argentina. A Parrillada tradicional tem alguns cortes não tão usuais, como por exemplo as vísceras do boi.  Decidimos comer uma menos tradicional, que vinha com carnes que somos mais acostumados a comer, como por exemplo, lombo, linguiça, costela, etc. 

Dia 4 – Downtown – Almoço no Gatto Trattoria

Esse foi o único dia que conseguimos descansar mesmo, pois era Natal e quase tudo na cidade estava fechado. Acordamos tarde e demos uma volta pelo centro da cidade. Passamos pelo Obelisco, Teatro Colon e outro pontos turísticos.

Almoçamos no Il Gatto Trattoria (il_gatto_trattorias), pois era um dos únicos aberto. Gostoso, nada demais.

Dia 5 – Colonia del Sacramento

Fomos para Colônia del Sacramento em pleno dia 26/12. Colônia del Sacramento é um pequena cidade do Uruguai, com traços forte da colonização portuguesa. A cidade é bem pequena, mas muito charmosa e aconchegante.

Optamos em pegar o Colônia Express, por ser mais rápido. Saía de Buenos Aires as 8:00 e voltava as 17:00. O ingresso também incluía um pequeno tour pelo Centro Histórico.

Infelizmente não passamos a noite em Colônia del Sacramento, pois não tínhamos tanta informação sobre a cidade. Se soubéssemos como a cidade é extremamente bela e receptiva, teríamos ficado uma noite lá.

Como disse acima, a cidade é bem pequena. Não tem tantas atrações turísticas. O legal aqui é desbravar a cidade, pois Colônia del Sacramento é extremamente bonita. Use tênis confortável.

Entre as atrações da cidade estão o farol, a Plaza Mayor, a Basílica del Santísimo Sacramento e a Calle de los Suspiros. Caso esteja em Buenos Aires e tenha tempo, não deixe de ir a essa linda cidadezinha. Vale muito a pena. Não por menos, é conhecida como a 2a Parati da America do Sul.Chegamos em Buenos Aires por volta das 18:00 – 18:30.

Tagged , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *